Cbdu – Dicas para conseguir manter o posto de trabalho

Cbdu

PARABÉNS! Em maiúsculas. Fico muito feliz em saber que você foi escolhido para o cargo cbdu que queria. Você tem que estar muito satisfeito, foi uma corrida de longa distância, tempo de preparação, incertezas, decepções, nervosismo, preocupação… até que o dia tão esperado chegou: o trabalho é seu. Você merece!

A pergunta que você me lança não me parece estranha: E agora? Depois de um tempo desempregado, é normal sua preocupação em querer fazer bem e manter o emprego, que tanto lhe custou.

Cbdu

 Vou dar-lhe alguns conselhos da minha própria experiência como funcionário e como especialista no campo das pessoas. Em primeiro lugar, o melhor aviso que posso dar é que a competição por empregos é feroz, então meu primeiro conselho é o seguinte:

  1. Esforce-se para superar as expectativas. Não basta fazer o mínimo para se manter, porque se não for você que ultrapassa a barra, eles encontrarão outra pessoa que fará melhor. É difícil admitir, mas a conclusão esmagadora a que cheguei depois de anos na profissão é que ninguém é essencial em uma posição, por mais que pareça. Somos todos substituíveis e em menos tempo do que pensamos. Dito isso, permita-me fazer algumas outras sugestões, que espero que o ajudem a focar no seu objetivo, principalmente em um primeiro período na empresa:
  2. Alinhe-se o quanto antes com a cultura da empresa. Estou me referindo ao DNA da empresa, sua forma de operar, sua filosofia. Se você trabalha virando as costas para essa cultura, corre o risco de que seus esforços sejam em vão, não importa o quão apropriado você considere suas abordagens. Lembre-se que você não pode chegar e mudar o mundo: aterrisse, teste o terreno, adapte-se ao máximo, chegará a hora de propor mudanças, mas investigue e conquiste a confiança primeiro, sempre em sintonia com essa cultura que permeia a empresa e que você deve não subestime.
  3. Antecipe tudo o que puder. Desde fazer o que puder para evitar problemas até adivinhar detalhes que podem facilitar o trabalho do seu chefe. Essa capacidade de antecipação faz uma diferença importante na avaliação de um funcionário por seus superiores.
  4. Seja proativo. Este ponto está relacionado com o anterior, mas vai um passo além. Não fique sentado esperando o trabalho chegar. Há sempre algo a fazer ou você pode se oferecer para ajudar um colega. Os dias da lei do esforço mínimo estão contados.
  5. Nunca pare de treinar. Aproveite com eficiência os recursos de treinamento fornecidos pela empresa, mas se ela não os oferecer, não é desculpa para você deixar de se reciclar. A autoformação é da sua responsabilidade e é uma forma de contribuir para a sua futura empregabilidade, o que leva consigo. Com a ampla variedade de treinamentos e recursos online disponíveis com um único clique, é um pecado ficar para trás no conhecimento.
  6. Seja flexível. Todo mundo gosta de terminar na hora e voltar para casa na hora, mas nem sempre é possível “baixar as persianas quando você quiser”. Ficar para trabalhar depois do expediente por hábito não é apropriado, mas há um passo daqui para nunca ser contado. É importante encontrar um equilíbrio para estar disponível e adaptável diante de possíveis emergências e picos de trabalho, sem que isso se torne a tônica. Lembremos que a era do “presentismo” está começando a expirar e ter flexibilidade e adaptação, dependendo do trabalho que você faz, pode significar atender aos assuntos de sua própria casa, estabelecendo os limites necessários.
  7. Cerque-se de pessoas positivas. Evite colegas tóxicos, críticos, não se deixe contaminar por esse tipo de atitudes negativas, as más vibrações são contagiosas mas você pode ser imunizado se se cercar das pessoas certas. Nas empresas há tudo e você poderá penetrar em menos tempo do que espera com quem é conveniente se reunir.
  8. Trabalhe em equipe. É uma das qualidades com mais valorização dentro das empresas. O ranger solitário faleceu. As pessoas que sabem integrar, unir forças e realizar projetos coletivamente são valorizadas.
  9. Vender marca. Não importa se suas funções não são de natureza comercial. Na menor oportunidade, ajude a vender a marca da empresa que o contratou, fale bem dela e torne-se seu melhor embaixador. Contribuir para o sucesso da empresa é responsabilidade de todos os seus membros. E meu último conselho, mas não porque o último é o menos importante:
  10. Busque a excelência em tudo que fizer. Revise o trabalho, detecte erros antes que eles sejam indicados a você, não se satisfaça com uma nota média. Dê o seu melhor e se esforce para fazer o trabalho com a mais alta qualidade, encontrando um equilíbrio com a rapidez.

Cbdu

Digo também que os primeiros anos de experiência profissional marcarão seu futuro na empresa. Se você trabalha bem no início, não significa que não precisa mais trabalhar duro, mas suas avaliações tenderão a ser boas nos próximos anos (a menos que você mude radicalmente), porque você terá conquistado uma boa reputação.

Você terá que continuar trabalhando duro e muito, mas começar com o pé direito certamente o ajudará. É por isso que eu queria dar a você trabalhos de casa difíceis nesta primeira etapa. Se foi difícil encontrar o emprego, é ainda mais difícil ficar, mas tenho certeza de que com seu esforço você conseguirá.

Te desejo muita sorte.